TÍTULOS PUBLICADOS

NA COLECÇÃO AMPLA: 030. carvão :: capim, Guilherme Gontijo Flores; 029. Tempo da impaciência, Miguel Filipe Mochila; 028. Bruma Luminosíssima, Luís Falcão; 027. Primeiro Direito, Vasco Gato; 026. Calendário, Daniel Francoy; 025. Mera Distância, Luís Amorim de Sousa; 024. Um pouco acima do lugar onde melhor se escuta o coração, Andreia C. Faria; 023. O Sangue das Flores, Rute Castro; 022. Turismo de guerra, Tiago Patrício; 021. Romance ou falência, Luís Pedroso; 020. 67, Rue Greneta, Isabel Nogueira; 019. Uma fonte no quintal, Eric Weinstein, Jeremy Schmall, Katherine Larson, Stephen Motika & Tracy K. Smith; 018. Não tenho olhar mas mamilos que endurecem quando alguém me olha, Zeferino Mota; 017. Doze Passos Atrás, Frederico Pedreira; 016. Supremo 16/70, Miguel-Manso; 015. GKJMA, João Silveira; 014. Na ordem do dia, João Vasco Coelho; 013. Miniatura, Simão Valente; 012. Quinteto, Catarina Barros, Tatiana Faia, Maria João Lopes Fernandes, Frederico Pedreira e Paulo Tavares, 011. Elegias de Cronos, Nuno Dempster; 010. Isso passa, João Miguel Henriques; 009. Lugano, Tatiana Faia, 008. Dever/Haver, João Silveira; 007. O comportamento das paisagens, Pedro Tiago; 006. Breve passagem pelo fogo, Frederico Pedreira; 005. o som a casa, Luís Felício; 004. Sob os teus pés a terra, Soledade Santos; 003. As junções, Hugo Milhanas Machado; 002. Em cidade estranha, Daniel Francoy; 001. Minimal Existencial, Paulo Tavares. NA COLECÇÃO ÍTACA: 003. Estradas Secundárias: doze poetas irlandeses, AAVV (tradução de Hugo Pinto Santos); 002. Édipo, Séneca (tradução de Ricardo Duarte); 001. Agamémnon, Ésquilo (tradução de José Pedro Moreira); REVISTA AGIO: 001. AAVV, Fevereiro de 2011.

Desconto de 10% e oferta de portes de envio em encomendas online para: ed.artefacto@gmail.com

23/05/10

Concurso Literário Artefacto - Poesia

Normas de Participação

1 - O Concurso Literário Artefacto – Poesia, instituído pela Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul, está aberto a todos os autores de língua portuguesa.

2 - Os trabalhos apresentados a concurso terão de ser inéditos.

3 - Os trabalhos deverão ser apresentados em texto processado por computador ou dactilografados, em folhas A4 (agrafadas ou fixas de qualquer outra forma) em três exemplares, com um mínimo de 40 páginas (numeradas);

4 - Os originais deverão ser enviados por correio registado e com aviso de recepção para: Edições Artefacto – S.I. Guilherme Cossoul, Av. D. Carlos I, n.º 61 – 1.º andar, 1200-647 Lisboa, sob pseudónimo, até ao dia 30 de Julho de 2010 (data do selo do correio). Os originais poderão igualmente ser entregues em mão na referida morada, entre as 18.00h e as 23.30h. Não serão aceites trabalhos cuja data do carimbo dos correios seja posterior à data limite.

Ler mais em Concurso Literário.